Início Sobre Fracassos Casos de sucesso Projectos Domínios Motos Contacto

Motos de Nuno Casimiro


A paixão pelas motos começou cedo.
Aos 12 dei a primeira volta sozinho.
Quando fiz 16 anos tirei logo a licença de condução.



Casal EFS 320M

De 1991 a 1995 -> A mota que me deu liberdade. Aprendi tudo sobre mecânica de motores a 2 tempos. Uma escola.

Foi na época da loucura das 2 rodas, onde reinavam as Honda NSR 50 e Yamaha DT 50 LC. Felicidade ajustada à capacidade financeira, se tem motor está tudo bem. Gosto é de acelerar!

Casal EFS 320m 1983

Yamaha DT 125 R

De 1996 a 1999 -> A mota dos meus sonhos na juventude. Comprei-a com o meu próprio dinheiro em 1996. Quando a adquiri ainda não possuía carta de moto. Caí 2 vezes com a DTR, sem gravidade.

Yamaha DT 125 R 1994

Honda CBR 600 F

De 2002 a 2003 -> A primeira moto grande. Não consegui andar muito nela, pois na altura não tinha garagem em Lisboa. Apanhei alguns sustos. Vendi-a ao meu irmão.

Honda CBR 600 F 1998

Yamaha YZF-R6

2003 a 2006 -> A moto desportiva que mais gozo me deu conduzir. Uma moto realmente impressionante em poder de aceleração e travagem. As dores nos pulsos eram frequentes.

Pretendo ter outra desportiva. Quero ainda fazer um "track day".

Yamaha YZF-R6 2002

Honda CB 600 Hornet

De 2008 a 2011 -> A primeira moto que comprei nova. Com o objectivo de ir para a escola e ter facilidade de estacionamento. A moto com que tive menos ligação emocional. Talvez pela fase da vida.

Honda CB 600 Hornet 2008

Yamaha DT 125 RE

Desde 2013 -> Gosto tanto desta mota, que espero ficar com ela para sempre. Super divertida. O poder da válvula de escape (YPVS) é impressionante, boas sensações a velocidades baixas.

Yamaha DT 125 RE 2000

Honda CB 650R Neo Sports Café

Desde 2019 -> A última aquisição. Estou a adorar. Super suave, com potência e equilibrada. A primeira moto com ABS e controlo de tracção. Gostei bastante do visual do concept CB 650R Neo Sports Café.

Honda CB 650R 2019


Se tiver oportunidade vou continuar a comprar motos.
Ser colecionador de motos novas parece-me uma boa ideia.

Nuno Casimiro | Site de apresentação pessoal